Arquivo da Categoria ‘Notícias 2010’

Clica lá

terça-feira, 17 de maio de 2011

www.blogunimed.com.br

A sustentabilidade é a estrela do Blog Unimed, um dos mais novos canais de diálogo da Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) e a comunidade. Lá no www.blogunimed.com.br você encontra um espaço para promover a  responsabilidade social, ficar por dentro do universo da sustentabilidade e conhecer mais sobre as práticas ambientais de conscientização no Brasil e no mundo inteiro. A Unimed VTRP tem como compromisso o desenvolvimento da comunidade em que está inserida, participando ativamente de iniciativas que visam a promoção da cidadania, em parceria com as organizações públicas e privadas, na defesa da vida e do meio ambiente. A Unimed VTRP é uma das parceiras do Meio Ambiente na Escola. Passa lá…

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: 0 (from 0 votes)

E o vencedor é… o meio ambiente

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010
 
 
 

Cerimônia contou com a presença de apoiadores, representantes das escolas e de turmas vencedoras, além da direção do jornal O Informativo

 Lajeado – Milhares de árvores brotam e enchem de verde os municípios do Vale do Taquari. Cada uma das mudas que daqui a pouco vão dar frutos ou ser fonte de outras vidas  contou com a boa vontade de alunos, professores, pais e comunidade que puseram as mãos na terra. A semente foi plantada por meio das Olimpíadas Ambientais, competição idealizada pelo Projeto Meio Ambiente na Escola, da Rede Vale de Comunicação (RVC), detentora da marca O Informativo do Vale. As escolas e turmas que participaram ativamente, e que acabaram se sobressaindo tanto na proposta de reflorestar quanto de catar latinhas, garrafas pet, recolher óleo de cozinha, postar notícias no blog, confeccionar sacolas com papel-jornal, foram premiados ontem, na sede da RVC.

Durante a cerimônia de entrega da premiação, a coordenadora-geral do Meio Ambiente na Escola, Miriam Volkmer Destefani, salientou que o projeto vai além dos leitores do jornal O Informativo, pois leva informações ambientais a um universo de 14 mil alunos. “Além do material impresso, na edição de 2010, as olimpíadas deram um tempero especial ao incentivar alunos, professores, pais e parceiros para que levassem à prática essa bandeira de preservar o meio ambiente na busca da sustentabilidade do planeta. A lucratividade das tarefas está naquilo que todos querem: o meio ambiente sadio.” E parece que essa lição ficou carimbada naqueles que trabalharam para realizar as tarefas. O aluno da Escola São Francisco, de Progresso, Felipe Vittorassi, reconhece que o êxito da sua instituição nas olimpíadas se deu porque todos colaboraram. “O exemplo mais importante que fica é que precisamos cuidar da natureza, simplesmente porque, sem ela, não sobreviveríamos.”

O projeto, lembrou a coordenadora, só foi possível graças à parceria dos patrocinadores: Banrisul, Corsan, Certel, Conpasul, Prefeitura de Estrela, Univates, ArcoGás, Dullius, Jetsul e Olicenter. Presente ao evento, a secretária do Meio Ambiente e Saneamento Básico de Estrela, Ângela Maria Schossler, se disse satisfeita com os resultados obtidos pela iniciativa, tanto que a prefeitura já decidiu renovar a parceria. “As questões ambientais precisam do aporte da comunicação para promover as informações e as mudanças no dia a dia. O que vale é a motivação. Parabéns a todas as escolas que participaram e aos demais que estiveram envolvidos.”

Três escolas premiadas
Na solenidade, três das 22 escolas que concluíram as olimpíadas embolsaram a recompensa por terem se destacado no cumprimento de cinco tarefas.

São Francisco vence e fica com data-show
A instituição que arrematou a classificação ouro, na categoria Master, foi a Escola Estadual São Francisco, de Progresso, que também garantiu o terceiro lugar, na categoria Junior. As turmas inscritas no projeto conseguiram plantar o total de 1.723 mudas de árvores; confeccionaram 625 embalagens ecobag; recolheram 216 quilos de latinhas e 180,5 quilos de garrafas pet; 545 litros de óleo de cozinha usado e postaram duas notícias no blog do projeto. A soma desses números – 21.287 pontos – garantiu à escola um data-show com tela, na categoria Master, e de R$ 500, na Junior, já que a Turma 3º Ano B somou  13.068,02 pontos.

3º lugar: alunas Graciela Martini Talini e Gabriela Pellenz Vettorazzi receberam prêmio de R$ 500 da secretária de Estrela, Ângela Maria Schossler

 
 

1º lugar Master: diretora da escola de Progresso, Zuleide Mânica, Oswaldo Carlos van Leeuwen e o professor-coordenador Sérgio Bianchini com o data-show com tela

 Ana Néri: equipe fica em primeiro e leva R$ 2 mil
O segundo lugar, na categoria Master, foi garantido pela Escola Ana Néri, de Marques de Souza, que somou 14.308 pontos e recebeu um microcomputador. Na categoria Junior, a Equipão da Ana Néri atingiu o topo do ranking e foi recompensada com um cheque de R$ 2 mil. A aluna que representou a equipe, Ana Emília Frank Lutz, diz que os prêmios são o reconhecimento de um esforço conjunto. “Esta é a recompensa de todo nosso trabalho, e é uma prova de que a nossa união, da escola com a comunidade, fez a diferença”, aponta a estudante.

 

2º lugar Master: diretora Rejane Maria Althaus, da Escola Ana Néri, e José Ivan Maia, representante da Conpasul, na entrega do microcomputador

1º Lugar Junior: líder da equipe da escola de Marques de Souza, Ana Emília, acompanhada da professora-coordenadora Vera Lucia Cella Bruch, recebeu cheque de R$ 2 mil do representante da Univates, professor Raul Stoll

Taquari na segunda e terceira colocações
A terceira posição, na categoria Master, foi alcançada pelo Instituto Estadual Pereira Coruja, de Taquari, com 13.582 pontos. Essa pontuação lhe rendeu como prêmio uma impressora multifuncional. A instituição, na categoria Junior, também levou um cheque de R$ 1 mil por ter alcançado a classificação prata. “Além do prêmio, o importante neste momento é que os objetivos das olimpíadas foram alcançados, pelo menos na nossa escola. Os alunos tomaram consciência, e agora cuidam melhor do próprio espaço físico do instituto. O projeto foi interessante também na medida em que a professora-coordenadora, a Luciene (Pereira), conseguiu mexer com toda a instituição e não só com o Ensino Médio”, salienta a diretora, Elis Regina Reis Saldanha.

2º lugar Junior: Representante da Certel, Ricardo Jasper, que fez entrega do prêmio de R$ 1 mil

3º lugar Master: representante da Olicenter, Adelaide Scherer, na entrega da impressora multifuncional à diretora do Instituto Pereira Coruja, Elis Regina

Em 2011 tem mais
Uma ação inédita está programada para o ano que vem. O tema “Meio Ambiente Sustentável” vai vir embalado pelo som da música, carro-chefe da próxima edição do Projeto Meio Ambiente na Escola. O lançamento oficial deve ocorrer dia 22 de março, na Univates, enquanto as inscrições poderão ser feitas a partir de abril de 2011. A novidade é que, em vez de olimpíadas, um festival de música vai animar as escolas participantes para estimular a preservação ambiental sustentável e incentivar atitudes ecologicamente corretas.

Miriam Volkmer Destefani

Além disso, as comunidades escolares serão agraciadas com as apresentações do Grupo Joselo Schuap, de Misiones, Argentina, que desenvolve, por meio de melodias, uma proposta ambiental diferenciada, com ritmos que variam de milonga a chamamé. Para o projeto funcionar, cada instituição deverá escolher uma canção para participar do festival. Um grupo de jurados qualificados, composto de profissionais ligados à área, fará a seleção das 15 melhores músicas inscritas para fazer parte da etapa final do festival. As pré-classificadas também deverão se apresentar num evento aberto ao público. Entre elas serão distribuídos prêmios para os três primeiros lugares em duas categorias, escolas e autores.
“As olimpíadas fizeram com que se levasse à prática essa bandeira de preservar o meio ambiente na busca da sustentabilidade do planeta.A lucratividade das tarefas está naquilo que todos querem: o meio ambiente sadio”, coloca Miriam Volkmer Destefani.

 Foram 6.583 mudas de árvores nativas plantadas;
4.572 sacolas ecobag confeccionadas com papel-jornal;
1.291 quilos de latinhas de alumínio e 3.008 quilos de  garrafas pet recolhidos;
3.466 litros de óleo de cozinha recolhidos

Cíntia Marchi
cintia@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 4.0/5 (4 votes cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: +3 (from 5 votes)

Parabéns, escolas

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

As Olimpíadas Ambientais apontaram hoje as escolas melhores colocadas nas tarefas propostas pelo suplemento Meio Ambiente na Escola. Na equipe master, a Escola Estadual São Francisco, de Progresso, conquistou a classificação ouro, com 21.287 pontos; seguida da Escola Estadual Ana Néri, de Marques de Souza, que atingiu 14.308 pontos; e do Instituto Estadual de Educação Pereira Coruja, de Taquari, que atingiu a classificação bronze, com 13.582 pontos. Na equipe júnior, que contou com 47 turmas, o primeiro lugar foi do Equipão da Ana Néri, com 14.308 pontos. O Pereira Coruja somou 13.582 pontos e obteve a classificação prata, enquanto que o terceiro lugar ficou com a turma 3º Ano B, da Escola São Francisco, com  13.068,02 pontos.

São vencedores todos os que participaram da iniciativa do jornal O Informativo Vale – quem plantou árvores, recolheu latinhas e garrafa pet, coletou óleo de cozinha usado e mandou notícias para o blog. Também são vitoriosos a equipe que bolou as Olimpíadas Ambientais e os apoiadores – Banrisul, Corsan, Certel, Conpasul, Univates, ArcoGás, Dullius, Jetsul, Olicenter e Prefeitura de Estrela.

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 4.5/5 (4 votes cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: +3 (from 3 votes)

Calor de derreter

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Temperaturas da terra sobem

Este ano já está empatado como o mais quente registrado numa série histórica iniciada em 1850, segundo três importantes institutos que calculam as temperaturas médias globais. O resultado dá ainda mais urgência para a conferência climática da Organização das Nações Unidas (ONU) que começa hoje em Cancún, em que governos de todo o mundo discutirão medidas que contribuam com a meta, adotada em 2009, de limitar o aquecimento global a 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais.

Faltando ainda dois meses de dados para serem coletados, 2010 já está cerca de 0,8 grau Celsius acima da temperatura média pré-industrial, e 0,5 grau Celsius acima da média registrada entre 1961 e 1990. Mesmo que novembro e dezembro sejam mais frios, 2010 ainda ficará como o terceiro ano mais quente da história, atrás de 1998 e 2005. Fonte: Agência Estado

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 2.0/5 (2 votes cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: +1 (from 3 votes)

Contra as sacolinhas

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A proibição do uso de sacolas plásticas para carregar compras é aprovada por 60% da população, segundo a pesquisa Sustentabilidade Aqui e Agora, feita pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Supermercado Walmart. O levantamento, que ouviu 1,1 mil pessoas em 11 capitais, constatou também que 21% não saberiam como descartar o lixo doméstico sem os saquinhos, 40% acreditam que limpeza pública é o principal problema ambiental  nas suas cidades ou bairros, 61% acham que a responsabilidade é dos órgãos públicos e 18% que o meio ambiente é responsabilidade dos indivíduos.

Ainda de acordo com a pesquisa, 82% dos cidadãos se dispõem a participar de abaixo-assinados para responder a questões ambientais, mas sem atuar diretamente na solução dos problemas. A pesquisa mostrou que 70% das pessoas jogam pilhas e baterias em lixo comum, 66% descartam remédios em lixo doméstico, 33% não dão a destinação correta para sobra de tintas e solventes. Além disso, 39% descartam óleo usado na pia da cozinha e 17% têm lixo eletrônico em casa. Mesmo assim, a pesquisa apontou que 59% dos entrevistados disseram que o meio ambiente deve ter prioridade sobre o crescimento econômico. Fonte: Agência Brasil

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 4.5/5 (2 votes cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: +2 (from 2 votes)

Contra a poluição veicular

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Frota gaúcha é superior a cinco milhões de veículos

O Rio Grande do Sul criou o Plano de Controle de Poluição Veicular – PCPV/RS. Trata-se de um conjunto de medidas que visa reduzir a poluição atmosférica e os ruídos produzidos pelos veículos que circulam nos trânsitos das cidades. Dentre as recomendações do PCPV estão: modernização e renovação da frota; campanhas institucionais para ampliação do incentivo ao uso de transportes coletivos; uso de combustíveis alternativos; o programa de implementação do transporte hidroviário; adoção de uma política de ação referente ao desincentivo ao uso do transporte privado e a criação de ciclovias urbanas. O Rio Grande do Sul possui uma frota superior a quatro milhões de veículos, com um crescimento médio de 5% ao ano. Os estados têm mais 18 meses para a implantação do programa. Fonte: Agência de Notícias

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 5.0/5 (2 votes cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: +2 (from 4 votes)

Pelicanos na Sibéria

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Pelicanos viraram atração

Um bando de pelicanos rosas africanos pousou na Sibéria esta semana de perder o rumo da sua migração devido ao calor excepcional na Rússia. Quatro aves foram capturadas e entregues a um zoológico de Barnaul, a capital regional, 200 quilômetros a nordeste da aldeia de Altai. Os outros três animais do bando conseguiram voltar a voar. A União de Conservação de Aves da Rússia disse que os pelicanos estavam voltando do Cazaquistão para a África quando se desviaram. “Este é um caso único. Alguns relatos sugerem que os pelicanos voaram por aqui pela última vez há mais de cem anos”, disse Alexei Ebel, diretor da entidade. Conhecida por seu frio rigoroso, a Rússia vem experimentando um tempo excepcionalmente quente para o mês de novembro. Em Altai, a temperatura tem oscilado em torno de 5 graus Celsius, quando o normal seria já estar abaixo de zero. Em outras partes do país, há relatos de que ursos e ouriços estão adiando sua hibernação. Fonte: Agência Estado

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

 

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 3.0/5 (1 vote cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: 0 (from 2 votes)

Projeto do telhado branco

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Telhados claros ajudariam a reduzir o calor

Projeto de lei já aprovado em primeira votação na Câmara de São Paulo propõe que as novas casas construídas na capital sejam obrigadas a ter o telhado pintado de branco. A medida teria caráter ambiental: o branco absorve menos sol e ajuda a combater as ilhas de calor da cidade – se todos os telhados fossem claros, a temperatura de São Paulo poderia ser até 2˚C mais baixa.

A ideia é defendida há cerca de três anos pela Organização Não-Governamental Green Building Council Brasil. O argumento é que os telhados escuros retêm mais luz do sol e, assim, ficam mais quentes. Como 25% do terreno das cidades corresponde aos telhados, ainda de acordo com a ONG, esse material combateria a formação de ilhas de calor. Físicos concordam com a iniciativa, mas dizem que outros fatores devem ser analisados, como o material do qual a casa é feita.

Gigliola Casagrande
gigi@informativo.com.br

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 2.0/5 (1 vote cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: 0 (from 2 votes)

Dia de cooperação e venda do lixo na Ana Néri

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Escola acumulou material reciclável como tarefa das Olimpíadas

Os alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Ana Néri, de Marques de Souza, se reuniram nesta quarta-feira, dia 27, para finalmente vender o lixo que foi acumulado durante os meses de decorrência das Olimpíadas Ambientais. “Depois de tantos meses de dedicação e esforço para as olimpíadas, finalmente podemos ver o quanto valeu à pena e que realmente somos uma equipe unida”, relata a aluna Lisandra Gross. E assim mais uma tarefa foi cumprida.

 Ana Emília Frank Lutz
E. E. Ana Néri

Equipe mostrou união ao carregar o material

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 3.0/5 (1 vote cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: -1 (from 1 vote)

Doação de ecobags

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Estudantes mobilizaram-se na distribuição das ecobags

Os alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Nova Bréscia fizeram a doação das ecobags nas farmácias, no hospital e no posto de saúde da comunidade. As ecobags, produzidas em papel jornal, vão substituir as sacolas plásticas, que prejudicam o meio ambiente.

Bábila Sartori
E. E. Nova Bréscia

Comunidade mostrou-se receptiva à ideia

Unidades em jornal vão substituir sacolas plásticas

VN:F [1.9.1_1087]
Avalie este post:
Rating: 1.0/5 (1 vote cast)
VN:F [1.9.1_1087]
Rating: -1 (from 1 vote)